ALECRIM A sua designação em latim é Rosmarinus officinalis. Arbusto vivaz do litoral mediterrânico, em terrenos secos e pobres, principalmente calcários. É muito cultivado e cresce durante todo o ano. A erva pertence a família Lamiaceae, a mesma do hortelã, e também é muito usada para dar cheiro, tanto em comida como em aromatizantes. O ALECRIM pode ser usado fresco, seco, em pó, óleo ou chá. Todos com propriedades importantes para a saúde e o funcionamento do corpo como um todo. O óleo essencial é constituido de alfa-pineno, cânfora e eucaliptol. Possui ainda flavonóides, ácidos polifenólicos e derivados do ácido cafeico (ácido rosmarínico), taninas, constituintes amargos do tipo lactonas diterpénicas, ácidos triterpénicos e álcoois triterpénicos. ALECRIM é uma das ervas mais populares do mundo. Ela é usada como remédio e tempero desde a antiguidade. Há registo de milhares de anos atrás com o uso do alecrim como uma erva medicinal para aliviar dores musculares, melhorar a memória, o crescimento do cabelo, o sistema imunitário e circulatório. Esta erva, com um gosto cítrico e amadeirado, é usada como tempero no mundo inteiro, principalmente para temperar carnes brancas, como porco e galinha. Os benefícios do ALECRIM são conhecidos há milénios. No século XIV, começou a fazer-se óleo de alecrim, que era usado num cosmético popular na época: A Água da Rainha da Hungria. Mais tarde, nos séculos XVI e XVII o alecrim passou a ser usado como um digestivo. O ALECRIM é rico em fibras, vitamina B6, C, cálcio, ferro, magnésio, fósforo e potássio e praticamente não possui contraindicações. 10 benefícios do ALECRIM 1- Propriedades anti-inflamatórias e antioxidantes O ALECRIM é rico em antioxidantes como ácido rosmarínico, ácido cafeico, ácido carnósico, ácido betulic, e carnosol. Essas substâncias tem propriedades anti-inflamatórias e são fundamentais para neutralizar os radicais livres, evitando danos para o corpo, o envelhecimento precoce da pele e o crescimento de células cancerígenas. Em função desses antioxidantes, o ALECRIM é particularmente famoso por suas propriedades contra o envelhecimento, melhorando a aparência e saúde da pele, principalmente quando usado em óleo. As propriedades anti-inflamatórias também atuam nos músculos, vasos sanguíneos e juntas. Auxiliando quem sofre com artrite, gota e pressão alta. 2- Desintoxicante Por ser um diurético natural, o ALECRIM ajuda a desintoxicar o corpo, colocando para fora patógenos, sais, toxinas e até mesmo o excesso de gordura. Um corpo sem toxinas leva a menor risco de cirrose, problemas no fígado e uma pele mais bonita. 3- Memória e concentração Estudos mostram que o ALECRIM funciona como um estimulante para toda as funções cognitivas, melhorando a memória, concentração e raciocínio lógico. 4- Sistema neurológico Pesquisas apontam que o ALECRIM melhora o sistema neurológico como um todo e evita o envelhecimento cerebral. Ele possui ácido carnósico, que ajuda o corpo e evitar e reverter danos no cérebro. 5- Sistema digestivo Entre os benefícios do alecrim está um sistema digestivo saudável. Estudos apontam que o ALECRIM melhora o sistema digestivo como um todo, evitando azia, gases, diarreia e falta de apetite. Ainda ajuda a regular todo o sistema gastrointestinal e os movimentos do intestino. 6- Prevenindo câncer O ALECRIM ajuda a evitar o desenvolvimento de câncer de mama e leucemia. Outros estudos apontam que ALECRIM tem propriedades que evitam o desenvolvimento de tumores, reduzindo os riscos de desenvolver câncer. 7- Antibacteriano natural Pesquisas também apontam que o ALECRIM tem propriedades antibacterianas, especialmente úteis contra infeções bacterianas no estômago, que podem levar a úlceras e outras doenças mais graves. Incluir ALECRIM na dieta diária pode evitar doenças causadas por bactérias. 8- Contra mau hálito Como possui propriedades antibacterianas e um forte sabor e cheiro cítrico amadeirado, funciona bem contra mau hálito e higiene oral como um todo. Fazer gargarejo de água quente com algumas folhas de ALECRIM mata as bactérias da boca e deixar o hálito fresco. 9- Estimula circulação Estudos apontam que o ALECRIM estimula a produção de células vermelhas e melhora o fluxo de sangue no corpo, ajudando a oxigenar todos os órgãos vitais e todas as áreas do corpo. 10- Alívio da dor O ALECRIM possui substâncias analgésicas e é usado desde a antiguidade. Para dores externas, é possível aplicar óleo ou pasta. Para dores na cabeça, basta ingerir com a comida ou tomar em forma de chá. Efeitos colaterais O alecrim é muito saudável, apenas em doses extremamente grandes pode causar alguns problemas como vómitos, espasmos, coma e líquido nos pulmões. O ALECRIM pode causar problemas em mulheres grávidas ou em amamentação, pois estimula a menstruação e aborto espontâneo. A erva possui uma substância similar à aspirina, chamada salicilato, que pode causar alergia em quem é alérgico ao remédio. Também, por aumentar o risco de hematomas, deve ser evitado para quem já tem pré-disposição, assim como que sofre com convulsões. Também pode afetar o funcionamento de alguns medicamentos. Por ser um diurético natural, ela pode afetar o uso de diuréticos e medicamentos com lítio (usado em tratamento de episódios maníaco-depressivos). O ALECRIM também pode afetar anticoagulantes e inibidores de ECA.